APÊNDICE B
PROUT COMPARADO COM O COMUNISMO E O CAPITALISMO

---

 

 

Para demostrar que PROUT difere claramente do comunismo e do capitalismo, alguns pontos significativos são revisados a seguir:

 

Desenvolvimento humano:

No comunismo, o desenvolvimento humano é focalizado basicamente nas esferas política e econômica da vida. No capitalismo, a liberdade individual proporciona uma grande variedade de expressões, mas não há um aproveitamento correto do potencial humano. PROUT promove o desenvolvimento integral do ser humano.

 

Liberdade:

A liberdade humana no comunismo está condicionada aos interesses do Estado. No capitalismo, há liberdade de expressão, mas isto não significa que as pessoas estejam liberadas da pobreza e da insegurança material. Na prática, as sociedades capitalistas restringem a liberdade de expressão quando ela desafia os interesses do capital. PROUT garante plena liberdade de expressão psíquica e espiritual, mas reconhece a necessidade de a sociedade colocar limites na acumulação da riqueza individual. Sem essa limitação, os interesses coletivos serão usurpados, e os seres humanos não poderão ter as necessidades básicas garantidas.

 

Interesses privilegiados:

O comunismo protege os interesses do partido e do Estado. O capitalismo garante o direito à propriedade, e dessa forma privilegia as classes que controlam o capital. PROUT dá ênfase ao bem-estar comum e ao equilíbrio ecológico.

 

Progresso:

Tanto o comunismo quanto o capitalismo consideram o desenvolvimento material como a base do progresso. PROUT professa que o progresso consiste na melhoria do bem-estar, tanto interno quanto externo, de todos os seres humanos. O progresso interno refere-se ao progresso espiritual, que é alcançado mais facilmente quando as necessidades materiais estão garantidas.

 

Cultura:

No comunismo a cultura é condizente com a ideologia do estado. No capitalismo, a cultura das massas é manipulada pelos interesses comerciais. Como resultado, a cultura pode ser criativa, mas não é autêntica; pode ter vigor, mas é freqüentemente destrutiva em relação aos valores morais e à saúde mental. PROUT apóia as culturas surgidas das características regionais e das etnias locais, com o objetivo de preservar os valores que fortalecem a mente humana.

 

Motivação:

O comunismo defende remuneração igual para todos, mas isso prejudica a produtividade individual. O sistema capitalista incentiva a produtividade, porém, os ganhos individuais altíssimos acarretam o desperdício da riqueza coletiva, estimulam a ganância e abalam a unidade social. PROUT apóia o equilíbrio entre o máximo de incentivo à eficiência e o mínimo de desigualdade social.

 

Meio ambiente:

Tanto o comunismo quanto o capitalismo não têm um conceito claro de proteção ambiental. PROUT adota os valores do neo-humanismo, que reconhece o valor existencial de todas as formas de vida. Tanto o comunismo quanto o capitalismo são incapazes de sustentar a integridade do meio ambiente. Isso ocorre porque eles enfatizam o lucro e a produtividade a curto prazo e ignoram os prejuízos a longo prazo da degradação ambiental. Uma das metas do sistema de planejamento de PROUT é proporcionar um equilíbrio cada vez maior e com isso, automaticamente, proteger a biodiversidade e promover a vitalidade dos ecossistemas.

 

Planejamento:

No comunismo, o planejamento é altamente centralizado e controlado pelo Estado. Já no capitalismo, a maior parte do planejamento econômico está centralizado e visa atender os interesses de poderosíssimas corporações transnacionais. PROUT descentraliza o planejamento, de modo que as pessoas encarregadas dessa tarefa estejam cientes dos problemas e das potencialidades econômicas do local. Essas pessoas são mais capazes de realizar um planejamento que proporcione bem-estar para todos.

 

Trabalho:

Os trabalhadores, tanto no comunismo como no capitalismo, se tornam alienados do processo produtivo, devido ao fato de eles participarem pouco das decisões administrativas em suas empresas. O sistema empresarial de PROUT permite a participação do trabalhador nas decisões e no lucro das cooperativas, incentivando sua motivação e aumentando as possibilidades de realização pessoal.

 

Economia:

A economia comunista estabelece um incentivo por cotas de produção. A economia de mercado capitalista é motivada pelo lucro. A economia de PROUT é voltada para o consumo (que nesse caso nada tem a ver com o consumismo desenfreado do capitalismo). Ela busca aumentar o poder de compra do consumidor, garantindo a disponibilidade de bens de consumo como uma forma de manter a vitalidade da economia e fornecer conforto à população.

 

Retorno

Topo da Página

Índice

Apêndice C